Tratamento periodontal

 

A Periodontia estuda e trata os tecidos que suportam e protegem os dentes (osso e gengivas) e
consequentemente, trata as doenças gengivais.
Esse tipo de doença afeta significante parte da população e representa uma das principais causas
de perda de dentes em adultos. As formas crônicas da doença, representando a maioria dos casos, geralmente acometem pacientes com idade igual ou superior a 35 anos. A Severidade da doença aumenta com o passar da idade especialmente nos casos onde não foi feito o diagnóstico precoce e o tratamento adequado.
As Doenças Gengivais são processos inflamatórios provocados por bactérias específicas que
residem na cavidade bucal. O conjunto de bactérias depositados na superfície dos dentes recebe a
denominação de Placa Bacteriana e se caracteriza pela capacidade de aderir fortemente às superfícies dentárias. 

A placa, quando atinge maturidade, passa a fabricar várias toxinas que provocam inicialmente a inflamação das gengivas (gengivites) e podem progredir para a destruição do osso que suporta os dentes (Periodontites), levando até mesmo à perda dentária.

 

OS SINAIS E SINTOMAS DA DOENÇA GENGIVAL

– Sangramento das gengivas
– Inchaço e alteração da cor e forma gengival
– Secreção entre os dentes e gengivas
– Mobilidade dos dentes
– Mudanças significativas na posição dos dentes
– Retração gengiva

A CAUSA DAS DOENÇAS DE GENGIVA

A causa primária das doenças gengivais (Gengivites e Periodontites) é a Placa Bacteriana.
As deficiências de higienização bucal ou a falta do uso de técnicas de escovação e uso de fio dental que consigam, de modo eficaz, remover a placa bacteriana, são invariavelmente observadas
nos pacientes acometidos pela doença gengival.
O fumo e a diabetes são considerados atualmente os principais fatores de risco à doença.
Predisposição genética, alterações hormonais, forma do osso e gengivas podem favorecer o
processo. Alterações do sistema de defesa do organismo foram constatadas nas “Periodontites Rapidamente Progressivas”. 
Essa forma de doença afeta populações mais jovens e apresenta um caráter de evolução rápida de
destruicão do osso.
Ausências dentárias e mal oclusão podem favorecer a proliferação dos processos inflamatórios.

 

O TRATAMENTO

O tratamento precoce das doenças gengivais leva a recuperação plena da gengivas mas a evolução das gengivites (inflamação gengival) para as Doenças Periodontais pode levar a destruição definitiva do osso com mobilidade dental progressiva e possível perda dos dentes.
Contudo as Doenças Periodontais podem ser controladas de forma eficiente quando o diagnóstico correto e o tratamento adequado são implementados.

 

O TRATAMENTO IMPLICA EM:

Avaliação da higiene oral e instrução do paciente em relação às técnicas de escovação ( utilizando
escova convencional, interdental, unitufo ou bitufo dependendo do formato dos tecidos gengivais),
uso de fio-dental, fita-dental, passa-fio para os usuários de próteses fixas e aparelhos ortodônticos.
Esses procedimentos visam o controle da placa bacteriana que, como foi dito anteriormente,
caracteriza a causa principal do problema.
A não colaboração ou incapacidade do paciente frente a higienização pode signficar o fracasso do tratamento.
Remoção do tártaro e polimento dentário, remoção da placa bacteriana e tártaro sub-gengival por
raspagem mediante uso de curetas. Feita com anestesia local. Em determinados casos poderá ser indicado o uso de antibióticos. Soluções para bochecho são de um modo geral ineficazes na prevenção e tratamento gengival com exceção das soluções de Clorhexidine que são eficientes
mas trazem efeitos colaterais transitórios (manchamento dental e redução do paladar) o que permite seu uso somente por períodos curtos e por indicação adequada.
Cirurgias também são indicadas quando há necessidade de correção do contorno gengival ou
para permitir acesso aos instrumentos de raspagem na região sub-gengival.

 

 

Outros tratamentos