fbpx

 

LASERTERAPIA

 

A utilização do Laser é uma das grandes inovações no tratamento odontológico nos últimos anos. Sua aplicação tem mostrado excelentes resultados no controle da dor, redução dos processos inflamatórias e aceleração da cicatrização. O Laser não tem o objetivo de substituir os demais equipamentos utilizados na Odontologia mas sim ampliar as possibilidades de tratamento.

O laser que estamos descrevendo denomina-se Laser terapêutico ou Laser de baixa potência. Esse equipamento não tem o poder de provocar destruição celular como os laseres cirúrgicos, ditos de alta potência.

O laser Terapêutico tem a função de eqüalizar a atividade celular. Nos processos inflamatórios (traumáticos, pós-operatórios ou infecciosos) onde observa-se esse desequilíbrio, o laser atua restabelecendo a normalidade celular o que elimina a dor, diminui a inflamação e acelera a reparação dos tecidos.

CONCEITO

Laser, do inglês significa – “Light Ampliflcation by Estimulated Emission of Radiation” ou “Ampliflcação da Luz por Emissão Estimulada de Radiação”.

Embora o laser seja luz, ele diferencia-se da da luz convencional (emitida por lâmpadas incandescentes por exemplo) pela sua pureza de cor e intensidade. O laser é obtido através de átomos que ao receberem estímulo elétrico emitem partículas chamadas fótons que são

ampliflcadas e orientadas de um câmera de espelhos para uma fibra óptica. De acordo com a natureza do átomo estimulado poderemos obter diversos tipos de laseres(argônio, Vermelho, infravermelho…).

Graças a tecnologia desenvolvida inicialmente por Albert Einstein no início do século XX, a ciência pode utilizar hoje o laser em diversos tratamentos na área de saúde (laser cirúrgico, laser para clareamento dental, laser terapêutico…).

Vários distúrbios que antes eram de difícil tratamento na odontologia, podem ser agora controlados pela Laser-Terapia. Abaixo listamos algumas patologias que respondem de forma muito positiva à aplicação do Laser.

– Hipersensibilidade dental

– Inflamação por cirurgia (pós-operatório)

– Dor decorrente de restaurações, extrações, canal,…

– Redução da sensibilidade no CLAREAMENTO DENTAL.

– Herpes simples e Herpes Zoster

– Aftas

– Dores musculares e articulares (ATM).

– Inflamações Gengivais e Periodontais

– Síndrome da Ardência Bucal

– Paralisias Faciais e Parestesias (perda de sensibilidade)

– Nevralgias

– Língua Geográfica

Esse aparelho é desenvolvido dentro das normas de segurança internacionais para utilização do laser e possui dois tipos de laser:

– Infra-vermelho(invisível-830 nm):  utilizado nas aplicações onde é necessária penetração visando atingir estruturas profundas como músculos, nervos, ossos e articulações.

– O vermelho (visível-690 nm): ideal para tecidos moles como gengivas, mucosas e pele

 

Outros tratamentos